Os corvos acasalam pela vida e vivem em pares em um território fixo. Quando seus filhos chegam à adolescência, eles saem de casa e se juntam a gangues, como o pior pesadelo de toda mãe humana. Esses bandos de aves jovens vivem e comem juntos até se acasalarem e se juntarem. Curiosamente, viver entre adolescentes parece ser estressante para o corvo. Os cientistas descobriram níveis mais altos de hormônios do estresse em fezes de corvos adolescentes do que nos excrementos de adultos acasalados. Nunca é fácil ser um rebelde adolescente.